Horário: Seg-Sex 08h00 às 17h30

comercial@trino.cnt.br (11) 4166-5303

Pro Labore e Lucro Distribuído

Da gestão finanças depende toda a saúde financeira do negócio

A gestão das finanças é algo que sempre levanta dúvidas na cabeça dos empreendedores, pois dela, como sabemos, depende toda a saúde financeira do negócio. Porém entre todas as questões que envolvem esse tema uma deve sempre ser tratada com muito carinho porque dela também depende a harmonia entre os sócios e acionistas da empresa, por isso hoje vamos descobrir de uma vez qual a diferença entre pró-labore e lucro distribuído.

 

O que é pró-labore?

De maneira objetiva, podemos dizer que o pró-labore é o “salário”, mensal ou não, pago para os sócios de uma empresa pelos serviços prestados por eles à companhia. É por meio dessa remuneração, por exemplo, que o sócio faz a sua contribuição previdenciária. Entretanto, como não existe uma regulamentação para essa questão, os valores pagos por meio do pró-labore, assim como o período para que esse vencimento seja pago, podem variar. A única regra é que essa remuneração não seja inferior a um salário mínimo. Geralmente, o valor pago por meio do pró-labore é registrado em contrato social, uma vez que ele costuma ser dado para aqueles sócios que de alguma forma prestam um serviço intelectual ou físico à companhia. Sendo assim, quando não há esse documentado, é considerado que todos os sócios podem receber esse pagamento.

 

Diferença entre pró-labore e lucro distribuído

Assim como o pró-labore, o lucro distribuído ou dividendo também é uma remuneração paga aos sócios, porém o segundo segue uma dinâmica um pouco diferente. Como assim? Primeiramente, para que seja feito o pagamento de dividendos é necessário que a companhia tenha registrado lucro real, ou seja, tenha sobrado dinheiro em caixa após a empresa ter quitado todas as suas obrigações tributárias, remuneração dos funcionários e também o pró-labore.

 

Impostos sobre lucros e dividendos

Outra diferença entre pró-labore e lucro distribuído é que no segundo caso não existe a incidência de impostos sobre o valor que cada acionista tem direito com isso, os sócios podem transferir o dinheiro diretamente para sua conta de pessoa física sem que haja uma nova tributação. Mesmo assim, no caso do lucro distribuído, o que pode variar é a cota recebida por cada acionista isso porque, em geral, essa distribuição segue a lógica de participação acionária da empresa, ou seja, quem tem maior participação do negócio acaba recebendo uma fatia maior dos lucros da empresa. Por fim, quem deseja empreender deve saber que a abertura de uma empresa é sempre um desafio justamente porque a partir dessa decisão começam a surgir processos que são comuns a todo empresário: burocracias, questões tributárias e legais que muitas vezes demandam a necessidade de buscar uma consultoria contábil especializada para ajudar o empreendedor a tomar as melhores decisões sem perder o foco no crescimento dos negócios.

 

Com isso, se você também precisa de ajuda para organizar as questões contábeis da sua empresa ou deseja saber mais sobre as diferenças entre pró-labore e lucro distribuído? Acesse o nosso site ou fale com a nossa equipe por meio do e-mail ou do nosso telefone.

Dpto Financeiro 11 99455 6324

Dpto Fiscal 11 99455 0763

Dpto. Contábil 11 95258 7533

Dpto. Pessoal 11 95258 7532

Dpto. Legal 11 99455 9851

Diretoria Comercial 11 99945 7063

Receba nossas últimas atualizações

Fique por dentro